terça-feira, 11 de julho de 2017

ORGANIZAR A DESORDEM


Organização não é sinônimo de perfeição ou de beleza, e sim, ter funcionalidade. O restante é consequência.


Agora que já entendemos a importância da organização (1), como economizar com ela (2) e identificar as tranqueras (3), iremos então tratar de feridas mais profunda; começar a desapegar de verdade. Falaremos em como usar os baldes (ou cestos); mas cada parte da organização do guarda roupa será tratada no próximo post.


O guarda roupa sempre aparece nesses textos de organização como sendo o nosso “calcanhar de aquiles”. É porque todos os dias pegamos roupas ou as guardamos. E sempre precisamos dar uma arrumadinha. Para mim, uma tática que não dá certo, é retirar tudo de uma vez do guarda roupa, para organizar. Isso me enlouqueceu, não terminei, fiquei cansada e frustrada. 



Então, como organizei essa bagunça?
  
Está vendo essa imagem dos três cestos lindos acima? É só para te dar uma ideia, mas seria muuuuito interessante que realmente você colocasse os baldes da casa para tais tarefas no dia da arrumação do guarda roupa.




Doação + Conserto Lixo

# Um balde para roupas que você não usa ou usa só de vez em quando. (Doação ou venda)
# Outro balde para peças para conserto, por exemplo.
# E mais um para o descarte definitivo. (Lixo)

O que sobrou na cama é para ser dobrado e recolocado no guarda roupa.



E como usar os baldes/cestos?

1 - Primeiro passo: Deixar os baldes a vista. Não estamos aqui para te dizer o que você deve jogar fora da sua casa, mas algo que possa está atrapalhando sua vida. O acúmulo pode estar travando sua rotina.

2 - Não faça tudo em um único dia: Em um dia separe as bijuterias que não usa mais. Tente dar uma arrumada nas peças que ficaram. No outro dia os acessórios de cabelo, no outro você pode se concentrar nos vestidos apenas, e assim por diante. Cada dia, uma coisa por vez. O que você acha que não quer ou não vai usar mais, coloque no balde de doação. Mas calma. Não descarte nada agora, apenas separe no balde, ok?

3 – Aquela roupa ainda faz o seu estilo? Com o tempo, nos conhecemos melhor e identificamos que mesmo bonita a peça, não a usaremos mais. Não faz o meu estilo mais. Sinal de maturidade. Desapegue.

4 – Tem mais de um ano sem uso? É importante então avaliar se realmente você usará essa bolsa, ou aquela bijuteria algum dia. Não tem porque essa peça ainda ficar ocupando esse espaço!

5 – Customizar vale sim. Já transformei vestido em blusa, blusa social do esposo em blusa para mim... Depois de pegar o seu balde para doação e olhar com calma para cada peça, pense: Posso fazer algo diferente que me faria usar essa peça? Vou deixar aqui uma pasta só de ideias de customização caso queira ter idéias.

6 – Não descarte no primeiro dia: Depois de todo esse tempo, com processo de arrumação e separação nos baldes, você terá tempo para avaliar item por item, peça por peça, se realmente será descartada do seu guarda roupa. A decisão então não será por impulso. Mas, não resgate uma peça pelo preço pago ou que ainda vá servir. Pense com maturidade.
  


Desafio 4. Mudança de estação.
  
Esses container/potes são ótimos para serem empilhados e ainda são transparentes. Assim fica mais fácil saber o que tem dentro.

Minha missão para você hoje é separar todas as roupas que não usará nessa estação, lavá-las (se for necessário) e as guardar. Pode ser apenas dobradas no alto do guarda roupa. Caixas ou as sacolas que retiram o ar, também são boas. O importante é retirar esse volume “morto” do guarda roupa para ventilar melhor as roupas que usará diariamente. 



O que consegui foi, menos compras desnecessárias, mais economia, menos tempo na faxina, mais disposição para viver bem, menos apego emocional aos objetos. Se esse também é o seu objetivo, faremos isso juntos, um dia de cada vez. E se gostarem muito, COMPARTILHEM nas redes sociais. Assim teremos grandes trocas de experiências.

Como a ORGANIZAÇÃO DA VIDA REAL é um processo, aconselho a ler os posts anteriores, para que fique bem claro cada objetivo que desejamos alcançar.

Te espero durante a semana.
Um abraço! 









Nenhum comentário:

Postar um comentário