RESERVA DE EMERGÊNCIA. COMO FAZER?

21 outubro 2021

 




Quando conseguimos denominar um valor, ou porcentagem de nosso salário, para nossos custos, a Reserva de Emergência é sempre o próximo passo.
 
No post anterior a este, dou exemplo ou uma sugestão de como podemos separar nossos rendimentos e ter um ORÇAMENTO FAMILIAR DE SUCESSO (aqui). A partir daí, daremos o próximo passo que é uma reserva, em dinheiro, para quando tudo der errado. Sim, você, talvez deva ter passado por alguns (desemprego, carro quebrado, uma internação, esposa engravidou, etc...)
 
Quando temos APENAS UMA FONTE DE RENDA, essa reserva é extremamente importante. Precisamos cuidar de nossas finanças.
 
Quando mudei o modo de ver o meu dinheiro, , mudei de escrava do trabalho , para alguém que manda no dinheiro. Não mudou o salário, não ganhei nenhum dinheiro extra...apenas mudei de atitude diante dos meus rendimentos.
 
Falando assim parece fácil. Não foi. E a decisão foi toda minha. Ninguém poderia fazer por mim.
 
Diante da importância do assunto, como fiz anteriormente, darei sugestões e é só você quem poderá decidir o que é melhor, ok.
 
 
 
Pague-se Primeiro
 
Você já disse, em algum momento: Vou pagar as contas e o que sobrar, vou poupar! Isso já deu certo para você? PARA MIM NÃO.
 
Quando li o conceito do livro “Pai Rico Pai Pobre” mudei a estratégia. Quando você define muito bem a porcentagem que irá para seus investimentos; pague-se primeiro (para ver sugestão de orçamento aqui). Separe este dinheiro em outra conta, ou na poupança; tire da sua frente!
 
 
 
Proteja-se de você mesmo!
 
Quanto do que você ganha fica para você realmente?
 
_ Ah, Juliana, eu compro roupas, faço o mercado, pago a luz...(amiga)
_ Então todo o seu rendimento fica para o dono da loja, a empresa de energia, dono do mercado, etc. Mas o que realmente fica para você? Você pode pegar esse dinheiro, da conta de luz, e ir viajar? NÃO! Então esse dinheiro não é seu. (Juliana)
Cadê sua garantia de “bote salva-vidas?” Pague primeiro a pessoa mais importante: VOCÊ.
_ Como? (amiga)
_ Guardando para o seu futuro e de sua família. (Juliana)
_ Vai faltar para pagar as contas! (amiga)
_ Não vai! Você deixará de gastar com supérfluos no final, e não no que é necessário. (Juliana)
 
 
 
Se você cair... é bom ter um colchão.
 
Então, qual seria o tamanho desse colchão (ou reserva) de emergência?
 
*Sugestão de 3 a 6 meses de custo de vida mensal (comecei com o objetivo de 3 meses e fui aumentando)
*Estar em um emprego público (“estável”), talvez 1 ou 2 meses seja o suficiente.
* Caso seja um empreendedor e todos dependem de você, pode ser o caso de ir aumentando até uns 10-12 meses. É você quem sabe o que é melhor para sua família.
 
 
Um exemplo de emergência que pode acabar com sua saúde financeira: 1 semana na UTI acaba com seu colchão. Pondere a necessidade de um plano de saúde ou se prepare bem.
 
Lembram da foto do post anterior? Sugeri reservar 20% do seu salário para sua prioridade financeira: No caso de não ter nada poupado, sugiro começar com 90% para sua reserva e 10% para seus investimentos. Nesta hora, ter um colchão é mais importante.
 
Exemplo: Salário de R$ 1.500,00

20% - total de R$ 300,00 desse valor, reservar:
90% --> 270,00 para colchão  
10% --> 30,00 para investimentos
 
 
Poupar não é fácil, e aqui quero te ajudar a ver que, mesmo com pouco, poderemos conseguir.
 
 
 
Onde devo guardar o colchão de Emergência?
 
É obrigatório que seja em RENDA FIXA (CDB, Tesouro Direto...). Mesmo que você nem saiba o que é isso; neste caso, a Poupança pode sim ser uma opção. O seu colchão tem que ter segurança e liquidez (conseguir tirar na madrugada, feriado ou a qualquer hora). Emergência não avisa a hora que vai acontecer, certo?
 
Aqui a preocupação não é rentabilidade. O foco é Segurança e liquidez.
 

 
Em quê posso usar o colchão de Emergência?
 
- Imprevistos com a saúde.
- Conserto de carro da família
- Conserto emergencial na residência
- Problemas com eletrodomésticos
- Se preparar para uma mudança de emprego
- Um desemprego, etc...
 
Eventualidades não faltam, mas o importante e que elas não tirem sua paz. Faça uma projeção e crie uma meta. Seja disciplinado e não motivado. A motivação virá depois.



---------------------------------------------

3 postagens relacionadas:

 🌿 Orçamento de Sucesso

🌿 Reserva para Viagem Infinita sem mexer no salário

🌿 Como planejar compra de Veículo à vista

 

  

Muito obrigado por estar aqui e deixar comentários. Se você gosta do meu trabalho, ficaria muito feliz se você decidisse se inscrever e fazer parte da nossa comunidade. Tenha um ótimo dia ou noite! "

 

 

🌿 DOAR - https://streamelements.com/descansarei/tip

🌿 INSTAGRAM - https://instagram.com/julianavalentimdiy 

🌿 FACEBOOK - https://facebook.com/descansarei

🌿 SITE – https://www.julianavalentim.com/

🌿 CANAL E CLICAR 🔔 Juliana Valentim DIY - YouTube

https://streamelements.com/julianavalentimdiy/tip

 

 ------------------------------------------------

Juliana Valentim criadora deste Blog © www.julianavalentim.com. Todos os direitos reservados. Qualquer reprodução ou republicação de todo ou parte deste material é proibida.

 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo
Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
por Lorena Alves